18/11/2022

Tipos de Certificado Digital

Existem dois tipos mais usados na maior parte dos modelos. São eles: certificado digital A1, que é instalado e armazenado diretamente em um computador, e a validade é sempre de um ano; certificado digital A3, que é armazenado em token ou smartcard, podendo ter validade de um, dois ou três anos.

Certificado Digital A1

O Certificado Digital A1 é armazenado diretamente no computador. Ele funciona por meio de um par de chaves criptografadas, uma pública e outra privada. A pública é enviada para a Autoridade Certificadora (AC). A privada fica no computador e é protegida por um login.

Esse sistema evita operações fraudulentas, já que os dados não podem ser decodificados sem a combinação de uma com a outra. Nos casos de invasões e ameaças virtuais, o Certificado Digital pode ser desativado.

Uma das grandes vantagens do Certificado Digital modelo A1 é o seu dinamismo, já que é possível operá-lo a partir do computador. Caso precise emitir notas fiscais, por exemplo, basta enviar o Certificado Digital para o software emissor. Assim, você consegue emitir documentos fiscais de maneira prática, segura e sem excesso de papéis.

Certificado Digital A3

O Certificado Digital modelo A3 é diferente do modelo A1 porque conta com uma mídia de armazenamento predeterminada, ou seja, um dispositivo, que pode ser um cartão ou um token. Dessa forma, é possível utilizar o certificado em qualquer computador e em diversas tarefas tributárias que exigem a assinatura da empresa.

Por ser um hardware separado, o Certificado Digital A3 oferece maior mobilidade e eficiência para que a empresa possa comprovar sua identidade em informações contábeis.

Esse modelo possui validade de um a cinco anos, dependendo do local de armazenamento.

De onde vem a Certificação Digital?

Quem cuida da Certificação Digital é o Comitê Gestor da Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira (ICP-Brasil) juntamente com o Instituto Nacional de Tecnologia da Informação (ITI). A ICP é responsável pela emissão dos Certificados Digitais.

O ITI, enquanto isso, é quem credencia, supervisiona e audita todos os processos. É o Instituto que faz a ligação com as Autoridades Certificadoras, que atendem os titulares dos Certificados Digitais, inclusive o Certificado Digital MEI.

Certificado Digital A1 ou A3?

Características Certificado Digital A1 Certificado Digital A3
Armazenamento e emissão No computador Em tokens, cartões ou nuvem
Uso de senha É opcional É obrigatório
Possibilidade de cópia Permite cópia Não permite cópia
Validade 1 ano 1 a 5 anos

Quando usar um Certificado Digital?

Para quem deseja usar o Certificado Digital como forma de assinar digitalmente um documento, Certificado A1 e A3 podem ser usados. Os dois cumprem essa função  sem nenhuma restrição.

Quem precisa de Certificado Digital deve saber que ele pode ser empregado em mais de duas mil aplicações diferentes. Algumas delas vão exigir apenas o Certificado Digital A1 enquanto outras serão possíveis somente com o Certificado Digital A3. Por isso é tão importante conhecer os dois modelos e saber como eles vão ser usados na empresa.

Qual Certificado Digital devo escolher?

Essa é uma das principais dúvidas envolvendo Certificado Digital, especialmente entre novos empreendedores: quais tipos de Certificado Digital escolher, certificado digital A1 ou A3?

O modelo de certificado A1 é mais completo e vem com funcionalidades adicionais por um preço um pouco mais caro, quando comparado ao certificado digital A3.

É importante identificar se sua empresa vai fazer uso dessas ferramentas que o A1 oferece, ou se elas não são necessárias para o seu negócio e você pode optar por um modelo mais em conta como o A3.

Certificado A1 e A3 têm atributos próprios que os diferenciam, como já mostramos. O que ambos têm em comum é a segurança, praticidade e agilidade que acrescentam ao dia a dia de uma corporação.